Cuidados que você tem que ter para tomar crédito empresarial no momento de crise


Durante períodos de crise, muitas empresas podem ter dificuldades para manter as próprias finanças equilibradas. E, em muitos desses casos, a única forma de colocar tudo em ordem é adquirir recursos rapidamente, colocar mais capital na empresa e garantir a continuidade de suas atividades. Nessa situação, o mais comum é buscar uma instituição financeira e fazer uma tomada de crédito.


A forma como isso é feito é o que mais importa. Alguns empreendedores pegam mais crédito do que podem pagar e acabam se afundando em dívidas, enquanto outros temem esse risco e ignoram uma solução para manter seu negócio em boas condições. Em todos os casos, o segredo é saber como se planejar.


Para te ajudar a entender melhor o assunto, vamos explicar mais sobre o que leva um negócio a buscar linhas de crédito em um momento de crise e alguns cuidados que você deve tomar para que isso não se torne um problema. Acompanhe.

Por que tomar crédito durante uma crise?

Como já mencionamos, dependendo do seu caso, pode ser que um empréstimo seja o único meio de conseguir manter sua empresa bem alinhada durante este período de crise, seja para manter sua equipe paga, garantir o fornecimento de materiais ou qualquer outro propósito.


Na verdade, também pode ser que seu negócio precise se reestruturar durante este período. Afinal, mesmo durante uma crise, também há oportunidades e novas demandas mais específicas para atender. Entender o motivo é um dos primeiros passos para tomar esta decisão corretamente.

4 cuidados na hora de tomar crédito no momento de crise

Se você decidiu buscar uma linha de crédito, então há algumas precauções que devem ser tomadas. As principais delas são:


1. Avalie suas finanças atuais


Antes de decidir o valor a ser buscado, tome nota do seu faturamento e do seu orçamento. Isso te informa quanto você realmente precisa para arcar com as despesas que você está buscando suprir e como será possível lidar com o pagamento da dívida no futuro. Não é possível tomar nenhuma outra precaução sem esses dados.


2. Tenha certeza de que o empréstimo é necessário


Com base nestes dados, você pode descobrir uma coisa a princípio: é mesmo necessário tomar crédito? Em alguns casos, pode ser que um simples corte de despesas mantenha tudo equilibrado por tempo suficiente para que o negócio se recupere.


3. Planeje como vai pagar a dívida


Ao adquirir uma dívida, é importante ter um planejamento adequado de como você irá lidar com seu pagamento no futuro. O ideal é que, a longo prazo, esse empréstimo gere mais rentabilidade para seu negócio, permitindo que o débito seja pago sem comprometer seu desempenho.


4. Busque opções com melhores taxas


Independentemente do valor solicitado, você precisa prestar bastante atenção nas taxas de juros cobradas. Se elas forem muito altas, então você terá que arcar com uma dívida muito maior a longo prazo. Pesquisar as opções é algo imperativo neste momento.


Quer continuar recebendo dicas para melhorar a gestão financeira em seu negócio? Então assine nosso newsletter e fique sempre por dentro de nossas novidades.


Quer encontrar o escritório de contabilidade ideal para você? Então entre em contato com Economy e veja como podemos te ajudar.

📍 Av. Antonio Carlos Comitre, 1350 | Sorocaba | ☎ (15) 3411-3938 Whatsapp: http://bit.ly/contabilidade-economy

#SimplesNacional #EscritoriaContabilidadeSorocaba #ContabilidadeSorocaba #ContabilidadeEconomy #PlanejamentoTributário #ReduzirCustos #AumentarResultados #Crescimento

2 visualizações
Adicione seus dados e seu melhor e-mail para receber mais novidades contábeis
Acesse também
Contatos

 (15) 3411-3938  |  (15) 3357-1381  

Atendimento:

Das 09:00hs às 18hs, de Seg à Sex

Av. Antônio Carlos Comitre , 1350,

Sala 14, Pq. Campolim, Sorocaba / SP

  • WhatsApp Verde
  • Facebook Economy Contabilidade
  • Google Plus Economy Contabilidade
  • LinkedIn Economy Contabilidade
  • Instagram Economy Contabilidade

Economy Gestão Fiscal Contábil | Desenvolvido por BEFORCE - Seja Forte nos Negócios